Deuses Americanos: Eu esperava mais!

deuses_americanos_title

 

DEUSES AMERICANOS: EU ESPERAVA MAIS!

Bem, antes de mais nada eu gostaria de dizer que uns anos atrás o Marcel já fez uma crítica bem mais embasada (e bem escrita) que a minha, então se você quiser ler alguém falando mais tecnicamente sobre a obra é só clicar aqui.

Outro ponto que eu gostaria de salientar é que eu vinha postergando a leitura dessa obra tem uns bons cinco anos, então pode ser que toda essa espera, somada ao fato de que em breve teremos uma adaptação para a TV do livro, podem ter contribuído muito para que eu entrasse no livro com um hype absurdamente alto.

https://i0.wp.com/senhorcastanha.com/wp-content/uploads/2017/04/american-gods.jpg?w=960

Posto isso, vamos à minha opinião sobre o livro (SEM SPOILERS)

Ao terminar de ler Deuses Americanos senti uma sensação incomoda e pitoresca. Embora eu não tenha gostado da forma como o autor conduz a história, é inegável a habilidade de Gaiman lidar com temas pesados de maneira corriqueira e simples. Eu sinceramente esperava mais do livro, e embora não tenha sido uma leitura “pesada” (muito pelo contrário, ele é bem fácil de se ler) acompanhar a jornada de Shadow não é nem de longe tão prazeroso quanto eu imaginei que seria.

Enfim, poderia ter sido melhor, a obra tem potencial para agradar leitores já familiares com as obras do autor, mas talvez eu só não seja o público alvo, visto que eu não estou acostumado a ler obras mais “adultas”.

E aqui acaba a zona livre de spoilers, se você continuar lendo é por sua conta e risco (depois não diga que o tio Duran não avisou).

Bem, o livro de cara ganhou vários pontos comigo por demonstrar Shadow treinando truques de prestidigitação, pois este que vos escreve é um dos muitos “mágicos” frustrados que adora aprender truques com moedas e afins.E foi ai logo no começo do livro que eu pensei “rapaz, tem coisa do Loki ai no meio hein, certeza que ele está preso ai também”.

Pois foi DITO E FEITO!

Dentre as coisas que gostei no livro, é o perceptível que Gaiman estudou MUITO as mitologias que ele retrata, ao contrário de alguns autores que apenas raspam no arquétipo de certos seres mitológicos, ele consegue demonstrar com poucos trejeitos bastante das características  dos seres apresentados.

Então, mas se tem todos esses pontos bons, por que eu não gostei da trama?

Primeiro porque é uma road trip maluca e insana, o que poderia gerar várias situações de conflito entre o Shadow e o Oden, porém a relação dos dois é deveras superficial em diversos momentos.Outra coisa que não me agradou é que o autor cria diversas regras no universo dele, mas as ignora depois por conveniência do roteiro, vide o fato de que Oden não se preocupa em engravidar as mulheres que conquista, mas depois o autor volta atrás e torna Shadow filho dele!

Sim, eu sei que isso pode ser defendido como uma das inúmeras mentiras de Oden ao longo do livro, mas me pareceu mais uma mancadinha de roteiro mesmo.

Outro ponto é que diversos personagens, dentre eles Loki, Mad Sweeney , Barão Samedi, Czernobog (meu personagem preferido do livro) e outros são extremamente interessantes, mas ao mesmo tempo são muito pouco explorados e até ignorados no decorrer da trama.

Resultado de imagem para czernobog

Fora a parte da cidadezinha do lago, uma imensa barriga no meio do livro, que me fez lembrar daquela série chata pra cacete chamada Girlmore Girls!

Enfim, Gaiman criou um universo riquíssimo e não explorou totalmente seu potencial.

 

 

 

 

Share Button



  • Não li os spoilers pq ainda estou no meio do livro, mas a pressão que tenho até o momento eh que embora sejam acontecimentos épicos(?) a pegada de.ser algo do dia a dia não me empolgou tanto e até me deixou entediado em certas horas.

    A trama me incomoda pois ela parece que se arrasta demais, embora ache fantástico o cenário e os personagens. Mas eh apenas a opinião de quem ainda não terminou a leitura, vamos ver no final se minha opinião muda.